20 de março de 2014

Sucos em caixinhas


 
Sou daquelas pessoas que lêem rótulos, que procuram aquelas letrinhas minúsculas (aquelas que começam – ai! – a se embaralhar em minha visão...). Aquelas letrinhas que dizem o que é que tem dentro daquele alimento empacotado em minhas mãos.
Já desisti de comprar coisas banais depois de ler a composição dos ingredientes. Outras coisas eu compro apesar dos ingredientes porque não consigo evitar tudo. Mas compro consciente de que lá naquela bisnaguinha, por exemplo, tem ingredientes que eu preferia que não tivessem.

Com sucos de caixinha sempre fui mais radical. Evito ao máximo enviá-los de lanche para as crianças – e muito menos tomá-los em casa. Esporadicamente eles levam uma caixinha na lancheira porque vêem outras crianças e me pedem para mandar igual – ou para (me) facilitar em um dia mais corrido ou de preguiça maior. Nessas ocasiões mando os tais sucos tranquila porque afinal não é a regra. Mas vamos lá... é bacana ter a caixinha igual à do amigo e de veeez em quaaando tudo bem, né?

O que eu costumo enviar no lanche da escola – ou levar nos picnics:
  • Suco de uva integral e sem açúcar (de várias marcas Aurora, Campo Largo, Oba, Salton...): sempre usei muito, mas agora eles enjoaram... :o/. Metade suco, metade água e está pronto!
  • Natural de maracujá (o preferido): muuuito fácil de fazer e aguenta bem o sabor por horas. 1 maracujá + 1 litro de água + um pouco de açúcar. Bateu, coou e está pronto – para tomar em casa eu nem passo no coador, gostamos das sementinhas.
  • Natural de Goiaba: fruta + água + um pouco de açúcar. Bateu, coou e está pronto.
  • Natural de mamão ou de morango: idem.
  • Natural de abacaxi ou de melancia: estes não precisam de açúcar, sendo que a melancia não precisa nem de água, é só bater.
  • Laranja natural: dá (muito) mais trabalho, mas já mandei.
  • Houve uma época que usei os concentrados da Maguary, mas quando dei mais atenção ao rótulo parei. Agora só eventualmente.

Na minha leiga opnião, penso que um suco natural – mesmo que não seja feito na hora – deve ser bem melhor que o caldo de ingredientes suspeitos que tem nos sucos encaixotados.

E não é só a saúde dos pequenos que está sendo beneficiada. O paladar também agradece porque apesar deles pedirem os tais sucos vez ou outra, nem eles mesmos gostam: levam um tempão para tomar uma caixinha e muitas vezes deixam sobrar.

Sabor natural x aroma natural (ou pior: aroma artificial "idêntico" ao natural)... Não dá para comparar.

 ...

Se você ficou pensando sobre isso, dá só uma olhada nesta campanha do Idec: Agite(-se) antes de beber