26 de agosto de 2013

Ipê

Fugaz, adoro essa palavra. 
Gosto do som, da grafia e (às vezes) do significado.
Assim é o Ipê. Fugaz.
De repente explode em flores de tirar o fôlego. Uns dias depois estão todas elas no chão.
Para ver de novo, só daí há um ano.

Estes dias temos visto os Ipês Amarelos pela cidade. Iluminados!
Tem Ipês de todos os tamanhos, grandes, médios e pequenos.
As árvores grandes são lindas, mas as pequenas me deixam mais alegre.

 
Este filhotinho de Ipê floresceu sem medo de ser feliz.
Um tico de árvore que se encheu de flor.

Nas palavras do meu filho:
— Parece que ele pensou: vou dar flor pra ficar bonito e PUF! Se encheu de flores.

Tudo bem que ele levou um ano para isso, mas... PUF!
Vicejou!
Afinal, essa é a meta: vicejar (outra palavra legal esta).

Meta dos Ipês, meta nossa.