17 de setembro de 2012

Coisinha à toa

Por muito tempo eu pensava que algumas coisas só os outros conseguiam. Eram coisas que eu admirava: traços de personalidade, maneira de se fazer algo, habilidades... A lista era grande e variada, com pequenas e grandes coisas. Com o tempo fui percebendo que isso de “só os outros conseguem” não era bem assim e que, a partir do momento que eu realmente quisesse fazer algo ou agir de determinada forma, eu conseguiria.

Hoje eu realmente acho que posso conseguir qualquer coisa (ou quase!), desde que me proponha a tal -- todo mundo pode. É claro que nem sempre é fácil, às vezes desanimo, perco o interesse, me saboto.

De qualquer forma, quando consigo fazer uma coisinha que seja desta antiga lista de coisas “inatingíveis” fico extremamente feliz. Principalmente porque conseguir fazer uma dessas coisinhas significa que as grandes coisas também podem ser possíveis.

...

E foi assim que nesse fim de semana...



Consegui manter um bambolê rodando pela primeira vez na vida!
Uma coisinha à toa e eu feliz da vida. :o)))